Difícil

 Difícil

 

Quisera não sonhar  tecer idílios,

Difícil não poder, dizer, te amo,,

Em noites de insônia, em meus delírios,

Levanto aos céus os braços e, por ti, clamo.

 

Se Deus nos colocou, aqui, em contato,

Por que não deu, p’ra nós, um amor de fato?

Se amá-la eu não posso, ao real,

Eu posso, ao menos, amar, no virtual ?

 

Será pecado, amar no virtual ?

Dizer como eu quero os teus beijos,

Teus lábios, sufocando os meus desejos?

 

Pecado, se isto é; se não é normal,

Limito- me a amá-la, em meus versos,

E choro meu amor, pelo Universo.  

 

Manoel Virgílio

Anúncios

Um comentário sobre “Difícil

  1. Muito bom retornar neste espaço, e nele encontrar tanta sensibilidade e calor..
    Falas do amor em suas diversas formas, mas aqui tão lindinho encontrar algo sobre este amor virtual, que para quem experimentou sabe que ele também pode ir além de uma simples tela de computador…mesmo que  complicado…
    Beijão querido

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s