Mais um sonete meu !

 

 O Poeta E Sua Musa

 

Não vive o poeta sem u’a musa,

Sem ela, sua arte é negação.

A verve, sem a musa, é confusa

E perde o valor, sua inspiração!

 

A musa é que inspira o seu estro,

Que explode, em seus versos, em ricas rimas.

Das rimas o poeta é bom maestro,

E a musa é que o leva à obra prima.

 

Em versos, seu amor, puro, declara

Ás vezes que real, outras sonho;

Se sonho, o seu verso sai tristonho.

 

.A musa é que lhe dá a verve clara,

A luz que se divulga, bem difusa,

Que espalha a poesia, que está na musa!

 

Manoel Virgílio

Anúncios

Um comentário sobre “Mais um sonete meu !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s