Soneto Desamor ?

Ainda sobre amores proibidos:

 

Desamor ?

 

Se é de desamor que me acusas,

Errado, mas não o posso, a ti, negar.

Se digo que te amo, me abusa

À minha consciência, isto falar.

 

Falar-te o que me vai ao coração,

Do tanto que te quero, em paixão,

Não posso, com certeza o declarar.

Direito, eu só tenho de sonhar.

 

Eu amo, mas, agora, já sou  cético,

Amar a quem não devo, não é ético!

Calado, eu me guardo a sete chaves.

 

Por ti, logo que vi, me apaixonei,

Por, olhos que tão lindos, eu gamei

Porém, se não resisto, fica grave!

 

Manoel Virgílio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s