As Musas e Seus Olhos

Seguindo a falar em Musas! Na 5a. feira e no Sábado, teremos mais! Sigo falando de Musas.

 

 As Musas e Seus Olhos

 

A mim, os meus amigos, me perguntam:

– Se sobre o amor, escreves, sempre, tanto,

Se tanto tuas musas têm de encanto,

Qual musa cujos olhos te encantam?

 

Os olhos em minhas musas, sempre, encantam.

Se verdes ou castanhos; negros ou azuis,

Meus versos sobre eles muito cantam

E dizem quanto brilham com mais luz.

 

Os verdes são as jóias, as mais lindas,

Qual o jade vão trocando, sempre, as cores.

Azuis, que nos inspiram mais amores.

 

Também, são muito lindos os castanhos,

Aqueles, cor de mel, mais lindos, ainda.

Os negros são profundos e estranhos.

 

Manoel Virgílio 

Anúncios

“Recanto de Encanto” com Incoerência, de Rose Mori

 

Hoje começo uma nova série em "Recanto de Encantos" com poesias de poetas que admiro, postando "Incoerência " , da poetisa Rose Mori.

 

INCOERÊNCIA

                            (Rose Mori)

A qualquer hora

vou perder o juízo e sair do sério!

E não responderei por mim

– nem por ninguém –

e que ninguém também responda,

não porque eu não queira,

mas porque não há o que se dizer…

Me escondi das dores,

elas me encontraram

fizeram de mim

o que bem quiseram.

Resisti e estou aqui,

sempre pronta

para lutar mais uma guerra.

A vida já me passou  muitas rasteiras

E continua passando.

Hoje já não me derruba mais

– aprendi a me equilibrar

na corda bamba do destino –

Mas chega a hora em que tudo cansa,

até mesmo a paz fingida

e o sorriso mascarando a dor.

E é por isso

que a qualquer hora  desatino

e, então,

farei coisas que nunca fiz,

não por gosto,

nem por desgosto:

só pra não me arrepender

de não ter feito.

Vou deixar o sol bater em meu rosto

sem medo de queimar a pele;

vou deixar o vento despentear meus cabelos

e a chuva molhar meu corpo.

Vou andar descalça na vida,

sem receio de ferir os pés.

Vou me lambuzar de gostosuras

(entenda como quiser)

Vou jogar fora o relógio

que inexorável marca o tempo,

e ser feliz para sempre,

sem hora marcada para voltar.

Basta de reprimir sentimentos,

basta de pensar no amanhã.

Afinal de contas,

quem pode garantir

que haverá amanhã?

Quem?

 

                                                                  13/08/2005 

Meu Discurso

 

Meu Discurso

 

 

O rio segue, sempre, o seu percurso,

As águas para o mar ele envia.

Você é a razão de meu discurso,

Do texto que escrevo, é poesia.

 

Você é a razão da harmonia

Que rege o meu verso em fantasias.

O verso tem a métrica e a rima,

Você tem meu amor e minha estima.

 

Baleias têm os mares p’ra nadar,

As aves têm os ares p’ra voar.

Eu só tenho você a me inspirar.

 

Você, vivo em versos a exaltar;

É a musa que eu vivo a cantar,

Porém, não vê virtude em meu versar.

 

Manoel Virgílio 

Delirando …

 

 Delirando …

 

Nas mãos eu tenho um copo de café,

Café que não permite que eu durma.

Mantém minha esperança mais noturna,

Assim, no teu amor, mantenho a fé.

.

Na mãos eu tenho u’a taça de champanhe

E ergo um brinde a que me acompanhes.

Amor. eu te confesso neste ensejo:

– Delírio, com certeza, eu te desejo!

 

Na noite, delirando, acredite,

Amante, qual tu fosses Afrodite,

Num sonho, aqui, deitada ao meu colo,

Tão linda, igual não teve, nem Apollo.

 

;Café que me mantém em meu delírio;

Champanhe, que aos meus sonhos, é colírio!

 

Manoel Virgílio 

Amor à Antiga

 

Para vocês, um soneto bem romântico. 

  

Amor à Antiga

 

Os antigos eram muito mais galantes,

Por certo, bem sabiam ser amantes.

Valor davam, em detalhes. a seus amores,

Lembravam os dias de lhes mandar flores,

 

Amar é, ao lado dela despertar,

É, vê-la, o penteado desmanchado,

Os seios no pijama acomodados,

   Ficar, ali, ao lado à admirar.

   

Café, pela manhã, levar na cama,

Beijando-a, dizer quanto que a ama.

Estar, no dia-a-dia, a namorar,

Nas praças, de mãos dadas a caminhar.

 

Amar não é ficar: – amar é estar!

Viver a vida, juntos, a sonhar.

 

Manoel Virgílio

 Para vocês, um soneto bem romântico.
 

Falando sobre Manaus

 

Citação

Manaus

 Voltei a Manaus, após 9 anos de ausência e encontrei uma cidade bela, moderna, cosmopolita, uma jóia incrustada em plena região amazônica, milagre da capacidade deste povo brasileiro e, em especial dessa gente manauense! Dias maravilhosos os que passei , ali, com meus companheiros de lutas em prol do ensino técnico. 
 

Manaus

 

Manaus, do Rio Negro, fica às margens,

Milagre de progresso, ali nos trópicos.

A força do manauense é a imagem

Que a fez entre as grandes, grã metrópole.

 

O impulso por algum tempo foi a borracha,

Depois a impulsionou a Zona Franca.

Porém, está mais certo quem bem acha

Que a fé e o trabalho foi a alavanca.

 

Nasceu em meio à selva incrustada,

Os Rios , suas únicas estradas.

Venceu do isolamento, o sofrimento

Com fé, muito labor e mui talento.

 

Exemplo desta raça brasileira

É a gente de Manaus, mais altaneira.

 

Manoel Virgílio

Um Dia

 

Pessoal Hoje estou viajando para  Manaus , onde vou participar de um  Encontro de Exs Diretores das Escolas Técnicas, hoje Cefets. Nada de trabalho, apenas turismo. Volto domingo a noite e na 3a. feira estarei fazendo uma nova postagem, Hoje vai o soneto "Um Dia", estilo, talvez barroco. Não sei. Não me preocupo muito co0m essas coisas. Meu abraço a todos, Virgílio 

  

Um Dia

 

Um dia será o dia da alegria.

Teu dia qual o meu, de liberdade!

Queria, fosse, agora, esse dia,

Aquele que traria, a nós, …saudades!

 

Adias esse dia, tanto adias,

Que fica incontida a vontade.

Porém mesmo que seja, mui tardia,

Um dia cessará, a ansiedade,

 

Então, seja de noite ou de dia,

Na tarde ou na manhã, que a mais fria;

A cama seja dura ou macia,

Enfim, nos cessará a agonia.

 

Porém, depois de um dia, outro dia …

E, logo, a agonia, reinicia!

Manoel Virgilio