Recanto de Encantos


No meu Recanto de Encantos, apresento-lhes, novamente, a poetisa Ceres Marylise.
 
            INSIGNIFICÂNCIA

            Ceres Marylise 

            Quando eu souber encontrar-me nos sorrisos,
            nas gotas de cristal que caem da chuva,
            nas duras pedras encobertas por neblina,
            no sol, nos pássaros e também na brisa;

            Quando tudo aos meus olhos for inerte,
            já sem forma, sem cor e bem distante,
            e eu penetrar qual anjo nos mistérios,
            que em silêncio caminha entre as sombras;

            Quando eu olhar para dentro de mim mesma
            e aos caminhos do cosmo tão diversos,
            serei então, como um potente microscópio
            que enxerga longe em invisíveis universos.

            Perceberei assim, minha insignificância,
            dando lugar ao amor sobre-humano
            e abraçarei a todos como irmãos:
            às arvores, aos mendigos e às feras.

            Livrar-me-ei do egoísmo e da vaidade
            e humilde beijarei a cada espinho,
            retirando piedosa minhas sandálias
            pra não ferir as pedras do caminho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s