Amar-te, Uma Loucura

 

 Amar-te, Uma Loucura!

 

Amar-te, qual te amo é uma loucura!

Loucura, pois não nutro esperanças.

Sonhar com esse amor, minha ventura,

Guardar somente sonhos na lembrança.

 

São sonhos de mil beijos nunca dados

Abraços, nos teus braços, em delícias.

São versos em murmúrios apaixonados,

Que vêm à minha mente, qual carícias.

 

Eu ponho nesses sonhos o que almejo:

– Espero que, apenas, os olhos teus,

Tão lindos, dêem um olhar aos olhos meus.

 

Se um dia tu me olhares, eu desejo

Que vejas, nos meus olhos, o meu carinho.

Quem sabe nunca mais serei sozinho ?

 

Manoel Virgílio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s