Postando de Novo

Vez por outra, fico lendo meus  sonetos antigos. Este que posto hoje, não é tão antigo. Eu o posto, de novo, por o achar singelo,  com uma mensagem de pureza. Fiz uma pequena correção nele e o reapresento, assim, a vocês.

 

 

Noite de Chuva

 

O sono, se há chuva, é mais profundo,

Parece desligado, nosso mundo.

Goteiras vão pingando enquanto chove,

São mais um incentivo a que se trove.

 

Embaixo das cobertas, se me cubro,

De amar novas maneiras eu descubro.

Aqueço os meus pés com os pés dela,

Enquanto o vento bate na janela.

 

Eu sinto o seu hálito, que é quente,

E a beijo com carinho, tão somente.

O tempo vai pedindo aconchego,

Meiguice é o que comanda nosso apego.

 

O amor, o que é mais puro, inocente,

 Invade nossa alma, docemente.

 

Manoel Virgílio

Anúncios

2 comentários sobre “Postando de Novo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s