Curiosidade

  

Curiosidade: – Minha Musa!

 

Indagam quem é a musa a quem escrevo,

Não falo porque acho que não devo!

Mas vou lhes revelar: – não há segredo;

 Assim, não fico preso a este medo.

 

A musa a quem escrevo, é abstração

Que enche a min’alma de emoção.

 Assim, outra resposta é mentira,

A musa é ficção de quem delira.

 

Delira o meu estro e minha lira

Em versos, eu descrevo um ideal,

Jamais, houve u’a musa, assim, igual.

 

Quem sabe, não é Maria ou Elvira?

Talvez seja Gertrudes, em verdade!

Quem pode evitar curiosidade?

 

Manoel Virgílio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s