Coquetel de Poesias

Hoje, valorizando nosso blog, quatro poetas da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores. Visitem o site da AVSPE que já recebeu mais de 500 000 visitas. Entrem através de minha lista de sites, aqui no blog, a esquerda. Entre as páginas dos membros efetivos da Academia, encontrarão a minha, com alguns trabalhos. 

 

 

LOUCO?POETA!?
Efigênia Coutinho

Porque incomoda 
o Poeta é Louco
é tudo e nada 
ou pouco!

Mas ser distinto
O Poeta ainda é Louco
Fosse a loucura tal
Expressão, e tudo
Seria doce canção…

O Poeta Louco
Vive em paixão
Ri quando chora

Chora por pouco
E, é taxado de louco!

Viva o seu domínio
Na sua loucura
Da Poesia Pura
Ainda prematura
Que faz o Poeta
Toda sua aventura.

Viva sua Loucura
O Poeta louco
Erga-se o pouco
Viva o Poeta
Taxado de Louco!

 

 

 

Cai uma dor no horizonte
Elane Tomich

Se o dolorido de amar
desce a montanha e some
como sol que insone dorme
em nanquim e se consome…

Se esse não saber chegar
se deixa levar por ondas
destrói metas, horizonte,
fere de morte a esperança
sem tréguas em vagas, sonda
e tira da história a criança…

Se o cerco do suplício
crepúsculo, fim de traslado
hoje num amanhã errado
pode não acontecer…

Se do abismo em meia ponte
meu cantar em cruéis rondas
sombra com medo do escuro,
manto de gala e cilício
de minha procura em apuro…

Se em saga de esquecer
o imperativo de ver
o horizonte em ti perder
a ilusão de te ter…

… Serei eu, sol adverso
despindo a serra qual luva
e chamarei estes versos
de

    Sinfonia da Chuva
Em Sonho de Anoitecer

 

 

 

CONFLITOS DO VIVER

 

Tarcísio R. Costa

  

O viver são apenas momentos

 diferentes

que se conflitam

  ou apenas flashs ilusórios.

 

pode ser a voz a clamar e pedir…

é para uns céu triste nublado,

magoado de trsteza…

É, para outros, o grito

 da vitória do sol

a recuperar a alegria.

 

A vida…

pode ser o presente

viril, alegre a saltitar

ao enxergar os encantos,

e presenciar as transformações…

 

É o pegar a mão de quem se ama,

sem a presença da saudade…

É a plenitude,

É o viver

 

A vida…

pode ser o futuro

 por todos desejado

lá, se espera colher numa seara,

sonhos semeados.

Mas tudo, nesses momentos,

 é de dúvidas.

 Essas incertezas

abortam as ansiedades…

 

A vida…

pode ser o passado,

 o peito oprimido,

sofrido com a melancolia.

por tantos objetos

não atingidos…

 

É o mais sentimental

 de todos os momentos

neles ficaram sonhos e amores

agora, são, apenas, momentos

 sem cores

sem uma plausível

 realidade.

 

Apagar o passado é impossível

porque não se apaga

a saudade…

 

 

O passado, o presente, o futuro

são, acho, ilusões acidentais

por que nada existe concretamente

nessas efemeridades.

 

É a beleza e o contra-senso…

São desilusões e credulidades,

vitórias de mãos dadas

com as decepções..

 

São expectativas, no final,

só conflitos.

 

Tarcísio Ribeiro Costa

Brasília, 24/01/2008

SINAIS


 Ceres Marylise
 
 Primeiro: a luz que nos dá vida,
 quando aprendemos que aquele pranto
 é a chegada ao mundo, é alegria,
 e soa ao nosso ouvido como um canto.
 
 Segundo: a luz dá uma parada
 num olhar vago e questionador,
 recordando que a infância já passou
 e nos assaltam as dúvidas guardadas.
 
 Terceiro: a luz nos orienta
 que somos como o sol lá no poente,
 correndo como a água na vertente,
 atrás do que nos diz a consciência.
 
 Quarto: a luz fica mais fraca
 e uma lágrima sentida nos assalta
 ao escondermos dos outros esses instantes
 de sentimentos que chegam em cascatas.
 
 Quinto: a luz brilha por si própria
 e as lembranças na distância se acomodam,
 pois a quinta sinfonia de uma nota,
 marca os passos do tempo à nossa volta.
 
 Sexto: a luz já não recorda toda a vida,
 porque a cabeleira embranquecida,
 deixa lacunas que o tempo recrimina
 e nos sonhos que ficaram na retina.
 
 O último sinal tem um fulgor estranho,
 quando o corpo já não pode mais sentir,
 os sentimentos já perderam seu calor,
 e a alma que não morre, se escapou

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s