Ainda minha série em defesa da Ecologia e contra a Violência

 
 
 
ATITUDE ECOLÓGICA

Rosangela Oliveira
17/07/2008
Nessa luta quero ajudar
O planeta não se pode abandonar
Mas o que podemos fazer
Para a Terra não deixar morrer?

O interesse fala mais alto
A vida material é envolvente
Vivemos em sobressalto
Um fogo queimando a mente

Como podemos isso mudar
Se nos sentimos impotentes
Para dos animais em extinção, sobreviventes
E as crianças abandonadas cuidar

Não poluir os rios desde suas nascentes
Para a moto-serra árvores não cortar
O homem sempre querendo mais
Nada consegue o saciar

Olhando as noticias nos jornais
Vemos o descaso com a ecologia
Os governos mundiais
Com suas sempre demagogias

O que podemos fazer
Se somos simples cidadãos
Em busca do pão para comer
E aos filhos dar a educação

Ao planeta dar a nossa parte
Mesmo que pequena, com arte
O óleo de cozinha depois de usado
Pode em garrafa pet ser colocado

O lixo comum
Do reciclável separado
Todos agindo como um
E o mundo será mudado

Façamos todos nós uma aliança
Para que não morra a esperança
Na rua ou em nosso lar
Lembrar que lixo dá para reciclar

Respeito aos Direitos Autorais!

 

Deixe seu comentário clicando em “scrapt” (todos lêem) ou mensagem (só eu leio). Grato.

 
 
 
 
 

Anúncios

3 comentários sobre “Ainda minha série em defesa da Ecologia e contra a Violência

  1. Somente a conscientização poderá salvar a gente mesmo da extinção e da dor moral por permitir tantas tragédias.Estou lendo um livro sobre as antigas profissões que eram exercidas em Roma, a partir de 2500 anos atrás, e a matança de animais começou nessa época, onde num determinado torneio de 100 dias, 9000 animais foram trucidados. Passado-se dois mil anos, e ainda vemos eventos de mesmo porte, provando que o ser humano não é um ser evoluido como muitos pensam, evoului-se as tecnologias, mas as mentalidades continuam no bestialismo bárbaro nos sedentos de sangue e sadismo. Acredita-se que aquela epoca muitas espécies foram levadas à extinção, como os leões da macedônia, e uma espécie de planta da família do alho poró, que foi muito usada como condimento, e como crescia apenas numa pequena parte da Africa, toda a plantação foi destruida numa guerra e o último exemplar devorado pela aquela besta do Nero.O que mudou de lá pra cá?Em muito lugares ainda se trucidam animais por diversão. E a cada dia espécies de plantas e insetos são extintos sem nunca tivessem sido catalogados.Merecemos os canceres, as aids e todas as doenças horriveis que nos destroem o corpo e a mente. Pois se não fazemos as matanças diretamente, fazemos indiretamente. O consumismo de coisas inúteis e a voracidade por sabores matam muitas vidas e, o que é pior, faz com que novas vidas sejam criadas apenas para serem destruidas. Não fosse pelo mercado, não haveria tantos bois, tantos porcos, tantas aves para serem mortas pra servir por 1 segundo apenas ao nosso paladar.

  2. Rosangelinha de Luz, mandando muito bem o "recado" não é mesmo? este "grito" foi muito bem dado, com certeza!
    Parabéns Querida Ro, tens uma inspiração a qualquer prova!
    Muitos Beijos de Luz, neste teu maravilhosocoração!
     
    "Façamos todos nós uma aliançaPara que não morra a esperançaNa rua ou em nosso larLembrar que lixo dá para reciclar"

  3. Obrigada Poeta pela consideração, sei que sou muito insipiente ainda nas letras… apenas contribuo com o que tenho no coração. Obrigada querida Estelinha, te amo de paixão e agradeço a Amiga Patricia pelo forte comentário, muito oportuno . Quem sabe a humanidade desperte em tempo? Esperança…vibrar e desejar um mundo de amor é o que podemos fazer. Beijo a todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s