Um Novo Soneto

 

 

 

 

 

 

 

Novo Soneto
 
Só quero te escrever novo soneto,
Os versos inspirados em teu sorriso;
Nos olhos, que afetaram o meu siso,
Porém, belos como eles,não prometo.
 
Ao brilho dos teus olhos cedi um dia,
Perdendo meus sentidos e o juízo.
Ao sonho de te amar; ao teu sorriso
E a todos teus encantos, que irradias.
 
Sofri, porque meu sonho foi ilusão
E assim, no meu delírio, choro e canto;
Derramo, num soneto, o meu pranto.
 
Meu mito, teu sorriso sedução,
Que , sempre, foi, por mim, tão desejado,
Foi sonho, não vivido, só sonhado!

 

Manoel Virgílio

 

 

 

Se quiser reproduzir este soneto, eu agradeço, mas não esqueça de citar a autoria.

 

Respeito aos Direitos Autorais!

 

Deixe seu comentário clicando em “scrapt” (todos lêem) ou mensagem (só eu leio). Grato.

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s