Dueto Rosângela Oliveira e Manoel Virgílio

 

 

 

Coração de Mulher

 

Coração de uma mulher

Guarda segredos mil.

Nem ela consegue desvendar

Qual é o seu ardil.

 

Por mais que intente…

Querendo se entender,

Coração com seus mistérios

Faz do amor seu ministério.

 

Mas ama de modo errado,

Como borboleta de flor em flor,

Não se importando se é amado,

Se irá causar ou sentir dor.

 

Vive de muitos conflitos,

Ama e deixa de amar.

Na alma ecoa seus gritos

Acaba por a si mesmo magoar.

 

Sem a vida usufruir

Assim, segue, vai vivendo.

Não consegue se definir;

Sozinho, aos poucos vai morrendo.

 

Rosângela Oliveira

13/03/2009

 

 

 Ladrão de Ti

 

Eu roubo os teus olhos, diamantes,

Que brilham em beleza, cintilantes.

E roubo o coração que é tão amante,

Conquista que me faz ser mais galante.

 

Porém a tua alma eu não roubo;

Não bastam para isto meus arroubos.

Na alma, bem guardados, há segredos,

Por certo são mistérios, o que faz medo.

 

A alma feminina é imprevisível,

Ninguém explica bem o que é mulher.

Assim, eu não sei bem, quem bem me quer!

 

Parece que te tenho, mas…incrível!

Às vezes me parece que, enganado,

Invés de te roubar, eu fui roubado!

 

Manoel Virgílio

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “Dueto Rosângela Oliveira e Manoel Virgílio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s