Saudades do que não houve

 

 

 

Saudades de Você

 

Saudades vou sentindo de você,

Eu sonho que estou acompanhado

Que a tenho ao meu lado a ver TV.

E fico a admirando, deslumbrado.

 

Eu sinto o sabor do seu perfume,

Tão doce que a mim penetra ao fundo.

Se penso em você sai-me um queixume,

Ausente, me parece de outro mundo.

 

Desejo um seu beijo, nunca dado,

Que fica, mesmo assim, sendo saudade!

Aquele que, por mim, sempre sonhado,

Quem sabe, se um dia, será verdade?

 

Se pouco de você já obtive,

Saudades vou sentir do que não tive!

 

Manoel Virgílio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s