Homenagem ao nosso Grã Poeta Afonso Estebanez

 

 
Afonso Estebanez

Estebanez, o Afonso, grã poeta,
A sua poesia me é dileta!
É ele um vate, neo-parnasiano
E faz versos qual aqueles que eu amo.

Su’alma, que é sensível, versa ao amor,
O belo que há na rosa, em qualquer flor.
E louva os sentimentos em sua fala,
Em versos, ao amor, nunca se cala.

Estebanez em versos muito faz.
Traz, neles, u’a satisfação que nos compraz
E tantos que seus sejam, venham mais.


Que Deus, sempre, proteja o seu estro,
Por toda sua vida, a verve e o sestro
Que o faz, entre grã vates, ser demais.

Manoel Virgílio

 
 
 
 
 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s