A Calça e a Calcinha que tu usas

 

 

 

 

 

 

 

A Calça e a Calcinha

 

Queria ser a calça que tu vestes,

Aquela que é de jeans, uma loucura!

Pois quando tu te voltas para o leste,

Quem vem ao teu oeste, tem tonturas.

 

Queria fosse aquela , a mais escura,

Tão linda, enfeitada com taxinhas,

Que usas apertada na cintura,

Nas coxas, pelas pernas, até a bainha.

 

Queria, lá de dentro, vê-la nua,

Grudado em carícias à pele tua,

Sentí-la, alisá-la, toda minha!

 

Queria ser o cós, junto à calcinha,

Pois vendo-a recheada em fios pretos,

Co’eles, escreveria mais um soneto.


Manoel Virgílio

Anúncios

2 comentários sobre “A Calça e a Calcinha que tu usas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s