” NUM FIM DE TARDE” um Poema de muita sensibilidade da grande poetida Sonia Medeiros, de Búzios-RJ

 
"Num Fim de Tarde" , de Sonia Medeiros, de Búzios/RJ, em 25/03/2010
 
Anúncios

O Amor é da Alma

 

Corpo e Alma

Manoel Virgílio

 

Eu quero teu corpo, mas tua alma..amo!

Teu corpo me dará muito prazer,

Contudo por tua alma sempre clamo,

Sem ela, meu viver será sofrer.

 

Tua alma é que me inspira a poesia,

O corpo é que provoca a libido.

Tua alma, a sinto em mim, em harmonia

O corpo já me pede o proibido.

 

Te amo, em ti não busco a beleza

Que os anos vão levando, é natural.

Te amo pelo que é essencial.

 

Eu amo tua alma que a grandeza,

Tu mostras num sorriso sempre lindo,

Que é belo e que, jamais, se fará, findo.

Conquistar não é Amar

 

 

 

 

Conquista é Amor?

 

Aquele que só vive a conquistar,

 Jamais que saberá o que é amar.

Conquista teu um tom material,

Amar, por certo é espiritual.

 

Se amam, duas’almas que são gêmeas,

Conquista, une o macho e a fêmea.

Conquista pode ser só sensual,

Amor, sempre, o é sentimental.

 

Alguns dizem que vão fazer amor,

Contudo, fazer é mais material

Amar é mais sentir, tem mais valor

 

Amor ninguém o pode ensinar

Senti-lo é a nós já natural.

O homem já nasceu para amar

Amante no Virtual

 

 

 

 

Amante

Manoel Virgílio

 

Amar, muito amar,ser grande amante

Amando seu amor a cada instante,

Instante que se repita, sempre, avante.

No amor ser mui constante é importante

 

Você fascina, e a mim, meu verso inspira

Você p’ra esse poeta é sua lira.

Não importa que eu não tenha o seu calor

Porém, é de você o meu amor.

 

É bela e entre belas é aquela

Que traz belo sorriso em sua face

Sorriso qual flor linda que assim nasce.

 

Viver sem seu amor mas em quimeras

Em sonhos pois você é o ideal

Que vivo aqui, tão só, no virtual.

 

Visitas a este blog, até 18/03/2010   =   140.567

 

Amizade já é quase amor.

 

Amizade com  Amor

Manpel Virgílio

 

A tua amizade me é importante,

Contudo, de ti, eu quero muito mais..

Que sejas minha cúmplice constante,

Porque te tenho um amor que é demais.

 

Eu quero ter-te, aqui, comigo, agora,

Que seja não só hoje, mas eternamente,

Que estejas, ao meu lado, cada hora,

Qual estás, neste momento, em minha mente.

 

Te vejo, sorridente, sempre, altiva,

Mui bela, és a luz que me ativa,

A chama que traz a minha lira viva. 

 

A tua amizade me mantém

Inspiras o meu estro qual ninguém,

Porém, com teu amor, irei além!

 

 

 

 

 

 

 

 

BEIJAR É AMAR!

 

 

 

 

Amar, verbo auxiliar, Beijar!

Manoel Virgílio

 

Beijar é auxiliar do verbo amar!

Não ama quem não quer seu amor beijar,

Pois muito vai ajudar à conjugação

O beijo e o amor em comunhão.

 

Um beijo que é puro, é o maternal

Se beijam os irmãos e é fraternal.

Também se beijam amigos de verdade

Num beijo que é de fraternidade.

 

Se beijam, inocentes, as crianças

Se beijam o futuro e a esperança

Se beijam a bela rosa e o colibri,

E grita um invejoso, Bem-te-vi!

 

Porém o teu amor eu não vivi,

Porque esse teu beijo não senti.

 

VISITAS A ESTE BLOG, ATÉ 12/03/2010 – 140.091