Amor é felicidade

 

 

 

Paixão e Amor

Manoel Virgilio

 

Mulheres, existem, elas, tão diversas.

Algumas que provocam a nós paixões.

Mas outras já, no amor, estão imersas,

Produzem infinitas emoções.

 

Algumas são rainhas em suas camas

Aquelas que por certo, nos seduzem,

Mas outras, sonhadoras, amor clamam

Românticas, ao amor é que induzem.

 

O homem vai sonhando com amor

Mas cede muitas vezes à sedução,

E, logo, entenderá que é ilusão.

 

Na cama encontrará muito ardor,

Contudo, um vazio sentirá,

Porque, só com amor, feliz será.

Para que ter?

 

 

 

 

 

 

O Que é a Nossa Vida?


Vivemos numa busca incessante

De termos explicação p’ra nossas vidas.

Seguimos um  caminho, sempre, errante

Sem termos a resposta bem devida

 

Por que se, ao fim, a morte é o destino?

Lutar p’ra ter, se tudo nós perdemos?

Por que, sempre. parece um desatino

Deixarmos para trás tudo que havemos?

 

Amores, sentimentos, experiências

E tudo que guardamos em consciência,

Só importam nossos bens materiais?

 

Será que ao menos fica o pensamento?

Assim, a poesia é  testamento

Daqueles que esperam, ser imortais.

Não pequei os 7 !!!

 

 

 

Pecados Capitais

Manoel Virgílio

 

São sete os pecados capitais

Contudo, ao que dizem, pequei mais!.

Eis que, se eu jurei nos casamentos,

Pequei, pois não cumpri meus juramentos.

 

Depende, no entanto, interpretar.

Pecados quantos posso praticar?

Talvez esteja errado ao perguntar:

– São quantos ou são quais, posso pecar?

 

Pequei, mas não os sete indicados!

Não posso ser assim tão condenado.

Será uma agravante a reincidência?

 

Errada essa estória de pecados!

Melhor sejam os diversos cadastrados,

Perdendo-se alguns pontos na incidência.

 

N° de visitas ao blog, até 20/05/2010   –   146 119