Natal

Anúncios

“Natal”, soneto de Manoel Virgílio com formatação de Wilma Langer.

2 comentários sobre ““Natal”, soneto de Manoel Virgílio com formatação de Wilma Langer.

  1. *Natal Jesus

    O menino entre as palhas dormitava,
    O vento murmurava silencioso,
    Maria feliz ria, contemplava,
    A obra divina no olhar majestoso.

    O mundo lá fora corria alegria,
    Na voz do império chovia aflição,
    Magos procuram, a noite é sombria,
    Prostrados se rendem na emoção.

    Que hora sublime, olharam Jesus!
    Repousava a noite na imensidão,
    Retorno e desvio sem medo da cruz.

    Viveu o menino humilde na paz,
    Na carpintaria, de bom coração,
    Nasce cada ano, que hora primaz.

  2. Parabéns, caro poeta! Mostrastes a simplicidade de uma data muito importante para todos nós e soubestes mostrar na poesia como é bela quando se assume um desafio, sai maravilhas como esta. Gostei muito, fostes muito criativo e soubestes dizer em poucas palavras toda a trajetória de uma pessoa muito carismática, bondosa na qual amo muito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s