A Lágrima

Lágrima

Mote: Lágrima gota fugace que escorre pela face quando o sonho morre – De Gualdino Calixto.

A Lágrima
Manoel Virgílio

Na lágrima que escorre pela face,
O sonho nos parece que falece.
Contudo, nem o tempo faz que passe,
Um sonho bem sonhado, não se esquece!

O sonho que com lágrima é chorado,
Embora sendo triste, foi bom sonho!
Jamais será, então, abandonado;
Quem sabe, ainda, possa ser risonho.

Um sonho que, na vida, foi um alvo
Que em nosso coração teve guarida,
Mas, nele, infelizmente, fez ferida.

Contudo pelo amor, enfim, é salvo!
As lágrimas se tornam, então, fugaces,
Sorrisos, já renascem pela face.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s