Dia Do Poeta , Poeta II soneto de Manoel Virgílio

Dia do Poeta

Poeta II

Manoel Virgílio

.

Poeta no seu sonho, vive e existe.

Se acorda, ao seu redor, tudo é mui triste.

Insiste, pois seu sonho é ilusão

E vive co’a ilusão, em comunhão.

.

Assim, vive visões de um bel futuro,

Visões de paz e amor que sejam puros.

E põe, em cada verso, uma esperança,

De um mundo bem feliz e de bonança.

.

É certo que o poeta é mais ousado,

Pois tem, no amor, do mundo uma visão,

Avante dos que têm os pés no chão.

.

Poeta que, no amor, tem mui sonhado,

Um mundo recriado por poetas,

De amor que de Cupido vem em setas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s